segunda-feira, 5 de setembro de 2011

NOVA TEMPORADA, VIDA NOVA.

2011-12

A 16 de Setembro estreamos em Viseu, no Teatro Viriato, NÃO SE BRINCA COM O AMOR de Alfred de Musset e durante um mês andaremos por Almada, Coimbra, Guimarães. Para, a 19 de Outubro pelas 19h00, abrirmos as portas do novo Teatro da Politécnica, com essa peça impossível (só representada 70 anos depois de escrita) e a exposição de esculturas de Ângelo de Sousa. E ainda faremos mais até ao começo do ano, BRILHARETES de Antonio Tarantino chega a Lisboa e estará nos Primeiros Sintomas de 23 a 31 de Outubro. E finalmente, no Teatro da Politécnica, estreamos (30 de Novembro, 19h00) A FARSA DA RUA W de Enda Walsh que começámos a ensaiar faz agora 3 anos (e tivemos de interromper quando nos puseram fora do Convento das Mónicas, ainda não percebemos para quê, que aquilo está vazio e triste). E, depois do Ano Novo e até do Dia dos Reis, faremos HERODIADES de Giovanni Testori (11 de Janeiro), e depois, e depois... DIAS DE VINHO E ROSAS de Owen McCaferty e O RAPAZ DA ÚLTIMA FILA de Juan Mayorga. Enquanto, em Guimarães e no Teatro Nacional D. Maria II fazermos outra peça impossível, a mais do que enigmática A MORTE DE DANTON de Georg Büchner, que bom estarmos vivos.

Sem comentários:

Publicar um comentário