segunda-feira, 18 de junho de 2012

E enquanto prossegue, em últimos dias, PENÉLOPE de Enda Walsh, já nos preparamos para a temporada 2012-13. Ensaiamos FELIZ ANIVERSÁRIO, com que voltamos a Harold Pinter.

PENÉLOPE de Enda Walsh
 

Tradução Joana Frazão Com Joana Barros, João Vaz, José Neves(*), Pedro Carraca, Pedro Luzindro Cenografia e Figurinos Rita Lopes Alves Fotografia Jorge Gonçalves Luz Pedro Domingos Encenação Jorge Silva Melo M16
(*) Gentilmente cedido pelo TNDM II

No Teatro da Politécnica até 30 de Junho 4ª às 19h00 | 5ª e 6ª às 21h00 | sáb às 16h00 e às 21h00
Reservas | 961960281 | 213916750 (dias úteis 10h às 18h)

Quinn Estivéssemos nós sentados na Mongólia a tiritar no meio de um rebanho de iaques e eu a agarrar esta salsicha… Havia de olhar cada um de vocês nos olhos e sorrir… “Meus senhores, é uma salsicha quente! A derradeira salsicha, aquecida! E agora o que acham disto, rapazes?” 
Fitz Temos inveja. E frio.
Enda Walsh, Penélope

O texto está editado nos Livrinhos de Teatro (62).

No Teatro da Politécnica de 5 de Setembro a 27 de Outubro3ª e 4ª às 19h00 | 5ª e 6ª às 21h00 | sáb às 16h00 e às 21h00

McCann Importa-se de se sentar? 
Stanley Importo-me, sim. 
McCann Pois é, mas é melhor sentar-se. 
Stanley Porque é que não se senta você? 
McCann Não sou eu, é você. 
Stanley Não, obrigado.
Harold Pinter, Feliz Aniversário 

O texto está editado em Teatro (dois volumes) de Harold Pinter (Relógio d´Água).

Sem comentários:

Publicar um comentário