segunda-feira, 15 de julho de 2019

No Cinema Ideal UMA SEMANA COM JORGE SILVA MELO E 3 ARTISTAS até 17 de Julho. FERNANDO LEMOS, SOFIA AREAL e JOSÉ DE GUIMARÃES agora editados em DVD. E terminamos esta temporada, parte da equipa já de férias, outra parte vai preparando EMÍLIA de Claudio Tolcachir com que abriremos a temporada de 2019/2020 a 11 de Setembro, no Teatro da Politécnica.


UMA SEMANA COM JORGE SILVA MELO E 3 ARTISTAS

Fernando Lemos, Sofia Areal e José de Guimarães são os três artistas de três filmes de Jorge Silva Melo, agora editados em DVD.

Estas três edições vêm juntar-se a outros oito filmes de Jorge Silva Melo sobre artistas que a Midas já anteriormente editou: com Álvaro Lapa, Ana Vieira, Ângelo de Sousa, António Sena, Bartolomeu Cid dos Santos, Joaquim Bravo, Nikias Skapinakis, a cooperativa Gravura. Há uma década afastado da ficção (a curta a Felicidade é de 2008, a longa António, um Rapaz de Lisboa é de 2002), Jorge Silva Melo tem continuado a trabalhar no cinema com estes documentários sobre artistas.  Que vamos também poder ver no Cinema Ideal.

No Cinema Ideal de 11 a 17 de Julho às 19:30
Entrada Livre

Programa:
5ª 11, 6ª 12, Sáb. 13 de Julho
 FERNANDO LEMOS – Como, não é Retrato? de Jorge Silva Melo
Dom. 14 e 2ª 15 de Julho - SOFIA AREAL: Um Gabinete Anti-Dor de Jorge Silva Melo
3ª 16 e 4ª 17 de Julho - A ÁFRICA de JOSÉ DE GUIMARÃES de Jorge Silva Melo e Miguel Aguiar

SESSÕES ESPECIAIS
Sábado 13, MARIA FILOMENA MOLDER apresenta a sessão (Fernando Lemos)
Segunda, 15, PEDRO CASTELLO LOPES apresenta a sessão (Sofia Areal)
com a presença de Jorge Silva Melo

(os DVDs têm preço único de €7,5 mas durante esta semana no cinema Ideal serão vendidos a €5,)




EMÍLIA de Claudio Tolcachir Com Américo SilvaAndreia BentoIsabel Muñoz CardosoJoão Estima e Pedro Carraca Cenografia Rita Lopes Alves e José Manuel Reis Figurinos Rita Lopes Alves Luz Pedro Domingos Assistência Inês Pereira Encenação Jorge Silva Melo A Classificar pela CCE

No Teatro da Politécnica de 11 de Setembro a 19 de Outubro
3ª e 4ª às 19h00 | 5ª e 6ª às 21h00 | Sáb. às 16h00 e às 21h00

Estamos  mesmo alheados daquilo de que os outros precisam? Onde nasce este afastamento? Por alguma razão, todos se amam e essa razão nem sempre é o amor. Talvez o refúgio que Emília procura encontrar nesse antigo amor e na sua família seja a sua ruína. O seu  sacrifício. Ou a salvação?

Fotografia © Jorge Gonçalves

Sem comentários:

Publicar um comentário