quarta-feira, 22 de abril de 2015

AS HISTÓRIAS DO SENHOR KEUNER estão a partir de hoje no Teatro da Politécnica. Apenas 8 apresentações. De 4a, 22 a sábado 2 de Maio. Vejam horários. E daqui a pouco Ricardo Neves-Neves estreia A BATALHA DE NÃO SEI QUÊ, uma paródia trágica.

AS HISTÓRIAS DO SENHOR KEUNER de Bertolt Brecht

Tradução Luís Bruhein Com João Meireles Cenografia e Figurinos Rita Lopes Alves Luz Pedro Domingos Encenação Jorge Silva Melo M12
No Teatro da Politécnica de 22 de Abril a 2 de Maiode 3ª a Sábado às 19h00

Não se realiza espectáculo na 6ª 1 de Maio

Preço único:
 6 euros
Reservas | 961960281
“Qual é o seu trabalho?”, perguntaram ao senhor K. O senhor K. respondeu: “Preparo com grande esforço o meu próximo erro.”
Bertolt Brecht, As Histórias do Senhor Keuner
Bertolt Brecht também é o criador de uma misteriosa personagem que figura em vários contos escritos ao longo de trinta anos: o senhor Keuner, um sábio pouco convencional.
Fotografias ©Jorge Gonçalves


A BATALHA DE NÃO SEI QUÊ de Ricardo Neves-Neves
Com Américo SilvaAndreia Bento, José Leite, Ricardo Neves-Neves e Vânia Rodrigues Cenografia e Figurinos Rita Lopes Alves Luz Pedro Domingos Espaço Sonoro Rui Rebelo Vídeo Eduardo Breda Encenação Ricardo Neves-Neves Co-produção Artistas Unidos/Teatro do Eléctrico M16

No Teatro da Politécnica de 13 de Maio a 11 de Junho
3ªf e 4ªf às 19h00 | 5ªf e 6ªf às 21h00 | Sáb. às 16h00 e às 21h00
Reservas | 961960281

TENENTE:
 E que mais viste do alto da avioneta?AVIADOR: O campo da Batalha é muito mais acidentado do que o previstoFREIRA: Tem subidas?
Ricardo Neves-Neves, A Batalha de não sei quê
Uma farsa? Sim, senhor, temos generais, presidentes, espanholas, espias, jovens e belos tenentes, armas, tráfico, submarinos e vídeo-conferências. Acham que dava uma opereta? Dava, pois. Mas é uma farsa. Melancólica.
Jorge Silva Melo
Fotografias ©Jorge Gonçalves

Sem comentários:

Publicar um comentário