segunda-feira, 5 de março de 2012

E esta 4ª f, 7 de Março, às 19h estreamos O RAPAZ DA ÚLTIMA FILA de Juan Mayorga e, logo a seguir, pelas 21h, inauguramos a exposição REALMENTE REAL.

O RAPAZ DA ÚLTIMA FILA de Juan Mayorga

Tradução de António Gonçalves Com António Filipe, Andreia Bento, Maria João Falcão, Pedro Carraca, Marc Xavier e Pedro Gabriel Marques Cenografia e Figurinos Rita Lopes Alves Colaboração Artística Daniel Fernandes Luz Pedro Domingos M12

No Teatro da Politécnica de 7 de Março a 14 de Abril
4ª às 19h00 | 5ª e 6ª às 21h00 | sáb às 16h00 e às 21h00
Reservas | 961960281 | 213916750 (dias úteis 10h às 18h)

Juana A literatura não ensina nada.
Germán Ah, não?
Juana. Não nos torna melhores.

Uma das coisas que descobri quando era professor é que ninguém escolhe a última fila em vão. Nem sempre um rapaz a escolhe por ser o malandro, a última fila é aquela de onde se vê todos os outros sem se ser visto – é a fila do escritor, do artista.

Juan Mayorga

O texto está editado nos Livrinhos de Teatro (nº30).JORGE PINHEIRO Realmente Real

Inauguração a 7 de Março às 21h00

No Teatro da Politécnica de 7 de Março a 21 de Abril
3ªf | 15h00 às 17h00 (entrada pelo Museu)
4ªf | 17h00 (até final do espectáculo)
5ªf/6ªf | 17h00 (até final do espectáculo)
Sáb | 15h00 (até final do espectáculo)

Mostradas no Porto, na Galeria Fernando Santos, chegam ao nosso teatro as deslumbrantes esculturas que Jorge Pinheiro realizou a partir de projectos que foi fazendo desde os anos 60. E delas se diz "concepção 68/ anos 70... execução 2010". Ou, di-lo o próprio artista que são uma "reencarnação nesta existência realmente real".

Esta exposição em que o "realmente virtual" se torna finalmente "realmente real", resgata um capítulo da história da arte portuguesa da fatalidade de se manter no limbo de uma realidade condicional para a alegria de se tornar um presente indicativo - é um regresso ao futuro.

João Pinharanda

Sem comentários:

Publicar um comentário