segunda-feira, 3 de maio de 2010

COMEMORAÇÃO & NOVA ORDEM MUNDIAL de Harold Pinter

EMPREGADO O pato é para quem?

LAMBERT O pato é para mim.

JULIE Não é nada.

LAMBERT Não é nada. Então é para quem?

JULIE Para mim.


E voltamos a Harold Pinter. Com a sua derradeira peça. Três casais jantam no restaurante mais caro da cidade. E inicia-se um diálogo que será uma teia complexa de temas mais terríveis. Uma autêntica guerra de palavras. Um mundo de dinheiro novo, ostentatório, o mundo do capitalismo mais feroz.


Tradução José Maria Vieira Mendes e Paulo Eduardo Carvalho Com Alexandra Viveiros, Américo Silva, António Simão, João Meireles, Pedro Carraca, Sílvia Filipe, Sylvie Rocha, Tiago Matias, Vânia Rodrigues, Rúben Gomes, João Delgado, Nelson Boggio e Elmano Sancho Cenografia e Figurinos Rita Lopes Alves Luz Pedro Domingos Assistência de encenação João Miguel Rodrigues e Alexandra Viveiros Encenação Jorge Silva Melo Co-produção Artistas Unidos/ Centro Cultural de Belém/ Teatro Municipal de Almada M/16


ANTE - ESTREIA NO TEATRO AVEIRENSE (AVEIRO) 5ª 6 E 6º 7 ÀS 21h30

Sem comentários:

Publicar um comentário