sexta-feira, 11 de novembro de 2011

E daqui a uma semana, inauguramos QUATRO no Centro Cultural de Cascais.

QUATRO
De Sofia Areal, Manuel Casimiro, Jorge Martins, Nikias Skapinakis

No Centro Cultural de Cascais de 18 de Novembro a 29 de Janeiro
3ª a Dom das 10h00 às 18h00

A grande ligação desta exposição e do grupo de pintores é o facto de estarmos perante artistas de diferentes e contíguas gerações, com explícitas relevâncias na arte portuguesa, que têm a pintura como centro da sua actividade. Nos anos de 1950 em que a arte abstracta se afirmava em Portugal, Nikias Skapinakis já estava presente na defesa de uma figuração moderna. Na década seguinte Jorge Martins estava presente desde o início e, na segunda metade aparecia Manuel Casimiro, numa altura em que se apregoava a falência da pintura. Sofia Areal aparecia entre os anos 70 e 80, já mais próxima do regresso da pintura que esta última década explorava em situação dita pós-moderna. (...) São, por isso, exemplos entre outros, que nos provam que a morte da pintura foi uma mera eloquência de necessidade teórica desfasada da produção prática.

Fernando Rosa Dias

Sem comentários:

Publicar um comentário